09 junho 2006

os suecos dão cabo de mim

três dias de receios, de irritações, de pura fúria chegam ao fim. espero.

uma coisa tão simples como avisar que precisava de prolongar o contrato de arrendamento do meu quarto deu nisto (cronologicamente):

1º não podes continuar com este quarto;

2º podes, mas tens de falar com a coordenadora dos erasmus;

3º a coordenadora dos erasmus diz-me que não posso ficar com o quarto, que nem sequer tenho nada tratado para continuar nesta universidade e que os prazos já acabaram;

(O QUÊÊÊÊÊÊÊ?! pânico)

4º a coordenadora dos erasmus continua a tentar enegrecer o quadro, dizendo que nem me vou conseguir inscrever às cadeiras que quero, porque não tenho autorização e já não deve haver lugar.

eu: não vou ter cadeiras, não preciso.

ela: mas já acabaram os prazos e não te vais conseguir inscrever.

eu: não tenho cadeiras.

ela: já acabaram os prazos.

eu: NÃO TENHO CADEIRAS.

ela: JÁ ACABARAM OS PRAZOS.

(ãh?? a compreensão neste caso não é lenta, é inexistente :o\ ao pânico junta-se a fúria)

5º a secretária do departamento diz-me que afinal está tudo bem, ela é que me inscreve e o processo é diferente. milagrosamente diz que vai falar com a coordenadora dos erasmus acerca da inscrição e do quarto e de tudo.

(fixe :o) não vou ter de ser eu - não me apetecia nada repetir o ponto 4º...)

6º a secretária do departamento vem ter comigo muito contente e diz-me que está tudo tratado, mas que tenho de mudar de quarto - o ciclo fecha-se. o que é que eu vou fazer à tralha toda? o problema resolve-se em 2 segundos: se não arranjar mais nenhum lado, hão-de encontrar um cantinho escondido algures na universidade para eu plantar as minhas coisas durante o verão.

(bom. o pânico vai-se dissolvendo lentamente)

7º a razão para ter de mudar de quarto: no próximo semestre não vou ser considerada erasmus, e o quarto onde estou é para erasmus. respiro fundo para ganhar coragem (ai o ponto 4º!) e decido ir perguntar novamente à coordenadora dos erasmus se realmente não posso ficar no mesmo quarto (já me habituei às manchas de humidade no tecto, já são minhas amigas). triste decisão a minha.

ela: não podes, é para erasmus.

eu: mas...

ela: não te preocupes. tenho a certeza que se fores à STUB eles te arranjam outro quarto na mesma residência, provavelmente até no mesmo corredor.

eu: !!!

(expliquem-me lá a diferença entre eu ter outro quarto, namesmaresidênciamesmocorredor, e um erasmus QUE SÓ VEM EM AGOSTO E AINDA NÃO TEM A TRALHA TODA AQUI ir para esse quarto namesmaresidênciamesmocorredor?! ai...)

ideia brilhante: e se eu mudar o número aos quartos? são só umas plaquitas na porta mesmo...

8º de volta à STUB, para ver se sempre há esse tal quarto namesmaresidênciamesmocorredor. há. dois. o 47 e o 49. pertencem é à outra cozinha. aquela ainda mais suja do que a minha :o\ ponto positivo: vão estar ocupados em agosto também, por isso não preciso de pagar esse mês :o) outro ponto positivo: se pedir com jeitinho consigo deixar logo as minhas coisas lá. hehehe!

(volta a boa disposição. à boa maneira portuguesa - bom, à minha maneira - digo à mulher da STUB: que bom! sabe, quando cheguei aqui estava piúrsa, mas agora estou contente.
não sei bem o que ela pensou disto, mas riu-se. aqui riem-se sempre e nunca se consegue descobrir se é só boa educação ou não)

9º continua tudo a melhorar. afinal nem preciso de pedir com jeitinho. há uma rapariga sueca que não vai estar cá durante o verão e disse-me que podia deixar as minhas coisas no quarto dela. já tenho a chave e tudo! e o sol apareceu :o) sabem que estão 18 ºC agora? um luxo por estas bandas.

(a história ainda não tem ponto final porque me falta assinar novo contrato. escolhi o quarto 47. acham bem? parece que o papel de parede é mais bonito, mas vou ter de trocar a cadeira porque o estofo cheira mal. segunda sem falta vou armada de caneta até à STUB! vamos ver se corre bem...)

4 comentários:

/me disse...

Como te entendo, como te entendo. Os holandeses são assim, obtusos!!!

É de dar cabo da paciência a qualquer um!

Claudia disse...

mmmm temo pela vida destes pobres suecos! consigo imaginar as tuas bochechas a ficarem vermeeeeeelhas, os caracois a tremelicarem... ui. assustador. todos nós que passámos algum tempo na bibdeq já vimos parecido!

mas acontece! foi das primeiras coisas q notei aqui na belgiconia... falta de jogo-de-cintura e obtusidade face a situaçoes novas!!! parece que são burros! (esta ultima linha foi escrita muito cuidadosamente e severamente sujeita a censura!kill kill kill grrrrrrrr respira fundo só faltam 4 meses!) :P

vera lu disse...

p relaxares... vamos aos santos hj? ;) ***V

purpurina disse...

obrigada meninas e menino :o)
gostei da empatia e do convite.

(se bem que, pensando melhor, o convite foi um bocado maldoso, não verita? é que eu queria tanto...)