21 setembro 2006

e viva os programas de tradução!

desta vez resolvi armar-me em menina fina e, em vez de usar aquelas companhias aéreas maravilha que se encontram espalhadas pela rede (net, né?) e ficar mil horas à espera da ligação entre voos, vim direitinha de lisboa a estocolmo com a amada tap portugal.

valeu a pena. as horas dos voos são perfeitas e num instantinho está-se quase no norte do norte da europa.

para além de que se encontram estas pérolas:

(para os pitosgas que não conseguem ler o que está na foto, copiei tudinho. é só ver aí mais abaixo)


gb - ingredients

wheat flour, vegetable fat, salt, sesame seed, sugar, raising agents, (e500, e503), glucose syrup, whey powder, poppy seed, cheese powder (with colour: annatto), barley malt extract, wheat malt flour, buttermilk powder, acidity regulator (e524), yeast, dried egg, cheese flavour (flavour enhancer (e621), salt, vegetable oil, e551), emulsifiers (e471, soya lecithin), wheat starch, milk protein, modified starch, yoghurt, thickening agent (e413), milk powder, flour treatment agent (e920), pepper.

que segundo os senhores da leatherhead - uk se traduz assim:

p - ingredientes

farinha de trigo, gordura vegetativa, sal, semente de sésamo, açúcar, criando agentes (e503)*, xarope de glucose, pó de soro de leite, pó de queijo (com cor: annatto), malte de cevada extrai, farinha de malte de trigo, pó de buttermilk, (e524 regulador de acidez), fermento, ovo secado, sabor de queijo ((e621 enhancer sabor), sal, óleo vegetativo, e551), (e471 emulsifiers, lecitina soja), goma trigo, proteína leite, goma modificada, iogurte, engrossando (e413 agente), pó leite, (e920 agente tratamento farinha).**

*os pacotes em português não têm direito ao e500.
** nem a pimenta.


uma coisa é preciso admitir: têm a noção de a ordem das palavras em inglês e em português ser diferente muito bem assimilada. demasiado bem assimilada - trocar a ordem dos agentes exyz é excesso de zelo.

de qualquer forma, o que me parece é que o esforço de traduzir esta listinha de ingredientes foi tal que a determinada altura nem o programa se interessava em fazer um bom trabalho! desiste de traduzir algumas palavras (o que é pena, dada a enorme criatividade que demonstra ao início) e, talvez devido à exaustão, ignora completamente a necessidade de usar um "de" de vez em quando, embora no princípio ainda os tenha colocado.

e pronto.
aqui ficou a minha contribuição para a causa dos restaurantes algarvios, na luta contra a distribuição compulsiva de cartas difamatórias relativas à capacidade de tradução da gerência.

4 comentários:

blargh disse...

Por acaso não tinhas antes umas revistas para ler? Hehehe...

Headache disse...

Era um pacote de quê, Sofia?

DRei disse...

lol lol... bom olho, sim senhora. Nada como ums viagem de avião longa para nos fazer observar outras coisas...

purpurina disse...

sr. blargh:

já tinha folheado a revista de trás para a frente, já a tinha tentado ler de pernas para o ar e mesmo assim a lista de ingredientes pareceu-me mais interessante. azares.


sr. headache:

era um pacote de aperitivos - tipo pretzel ou assim. não sei onde é que conseguiram enfiar tanto ingrediente, aquilo era minúsculo.


sra. drei:

tenta-se de tudo para enganar o tiquetaque, né?


:o)