11 outubro 2007

e sentir-me assim, sem jeito. à espera de um qualquer nem-sei-o-quê que me desperte e justifique este outro-nem-sei-o-quê que me faz sentir assim, sem jeito.

lá fora chove.
cá dentro lhasa enche o mundo.

3 comentários:

Claudia disse...

Podia fazer-te umas panquecas com doce de mirtillos. Ficam tão boas, e mais ainda qd estamos em boa companhia (como tu!).

E fazem com que os n-sei-quês fiquem lá fora no frio.

ana salomé disse...

oh, a lhasa: tenho ouvido também muito por estes dias: abre ainda mais o buraco do coração.

... enfim*

purpurina disse...

ai, meninas...

*