21 novembro 2006

luvas

acho que vou passar a recolher todas as luvas que encontro perdidas aqui por karlstad (nem é preciso ser na suécia inteira) e vendê-las na feira quando voltar. pelo menos deixo de me preocupar mais com o ter ou não ter bolsa/emprego/trabalho/vida. ainda pensei em fazer uma secção especial no blogue com fotos e registar para a posteridade as que vou encontrando. seria um cantinho não abandone as suas luvas! elas merecem o seu carinho. mas já alguém se lembrou disso e ando numa fase de querer ser original. (não me desenganem, deixem-me ser feliz assim...)

encontram-se de todos os tipos e feitios. grandes e pequenas. às bolas, às riscas. em pele, em lã, em raicoparta. com dedos, sem dedos. e quase sempre o par. sempre achei que se perdessem por partes, mas parece que as luvas suecas são muito sentimentais e acasalam para a vida (ao contrário das pessoas suecas, que se vão experimentando antes de se lembrarem de gozar a vida junto a um lago e comprarem um barco - que maldosa que sou, né?).

acho que já tenho projecto de vida. iupi.

9 comentários:

Anónimo disse...

Na Tugolândia seria um blog de chinelas perdidas à beira da estrada!

Former Canadian disse...

Oi Ja escrevi sobre mim num post anterior...daquele das 5 coisas...adorei o dos abracos tambem...nem sabia que a tua mana tinha um blog...com textos muito tristes por sinal...ela anda assim tao triste como escreve?
Nunca mais me mandas um mail com as duvidas que querias esclarecer????

purpurina disse...

nocas:

chinelas?! nunca reparei... sacos de plástico sim. e muita coisa estranha que nem se sabe como lá foi parar. agora chinelas? deve ser algum filtro que eu tenho que não me deixa ver essas coisas - desde que vim para cá o meu país ficou mais lindo que todos os outros juntos :o)


former canadian:

e aquela coisa que tu me ias arranjar para eu poder depois acabar a outra coisa que tenho aqui à espera daquela coisa que tu me ias arranjar já há mil anos?
quanto a isso das dúvidas, até já comecei a escrever um mail e tudo. ai.

Claudia disse...

AHHAHHAHA que lindo!







...achei q era um comentario digno de ser escrito! :)

Arrepiadd disse...

Fui o 6000° visitante do teu blog :)

Esta famoso isto...

purpurina disse...

menina cláudia: é muito feio rir da desgraca dos outros! ai.

menino arrepiadd: isso está viciado. sou eu que passo os dias a ligar-me de computadores diferentes para parecer que tenho um blogue muito fixe.

Anónimo disse...

chinelas! quando vir uma tiro foto e mostro-te! :p (só para castigo agora vão desaparecer todas)

Claudia disse...

Ontem vi pela primeira vez uma luva perdida no chao!
Viste como é tao util o teu blog? Despertou os meus sentidos para algo nunca experenciado :)

é assim que me sinto com a tua amizade, forrada com as tuas palavras*!




*- ou aqueles silencios sabios q se tem com tao poucas pessoas! Os silencios sempre foram os q mais me agradaram!, mas desde que estou longe percebi q à distância o papel das palavras se inverte com o papel dos silencios...

purpurina disse...

pois é. fazem mesmo falta. os silêncios quando se está ao pé e as palavras quando se está longe.

(isto é quase aquela canção dos extreme! credo... tenho de sair mais)